fbpx

Baixa produtividade no time? Descubra porquê e saiba como resolver

A baixa produtividade é um problema difícil de mensurar! Sua equipe reúne inúmeros talentos. Mas, estranhamente, os resultados entregues são sempre incompatíveis com a expectativa. Qual será a origem desse descompasso?

Para compreender os motivos e resolver o problema da baixa produtividade, você precisa de uma perspectiva norteadora. Tentar resolver na base de “achismos” trará, no máximo, um efeito placebo – temporário e sem efetividade.

Neste texto, sugerimos um método definitivo para você avaliar e otimizar a performance de seu time de colaboradores, evitando a cilada de investir em soluções  ineficientes – que, além de implicarem em gastos infrutíferos, geram ainda mais frustração.

Regra número 1: Conheça seu time

Elementar, não? Mas, talvez justamente por parecer simples, é que gestores acabam subestimando esse recurso.

Veja por este ângulo: em nossas relações pessoais, quanto mais conhecemos alguém, mais aptos estamos a fazer afirmações como “isto é a cara de fulano” ou “ciclano jamais faria isso”. Por que temos essas convicções? 

Porque a convivência nos revelou um padrão de comportamento, um perfil, um jeito de ser próprio daquele sujeito. Inferimos todo um conjunto de ações e posturas a partir desse repertório. Trata-se de um raciocínio lógico e bastante assertivo.

No entanto, quando nosso conhecimento a respeito de alguém é apenas superficial, não nos atrevemos a presumir suas atitudes. Caso o façamos, nossos comentários não passarão de meras especulações, sem base de argumentos.

O princípio é exatamente o mesmo quando falamos em equipe de trabalho. A raiz da baixa produtividade, muitas vezes, está no conhecimento raso quanto aos indivíduos envolvidos no processo. 

Como delegar tarefas, atribuir metas ou medir o desempenho sem ter segurança de que a pessoa tem o perfil certo para produzir os resultados esperados?

Obviamente, não estamos sugerindo que você deva construir uma sólida relação de amizade com cada um de seus funcionários para, então, poder interpretá-los com propriedade. Na área profissional, as coisas não funcionam dessa forma.

Como resolver esse problema?

A melhor alternativa é investir em ferramentas que permitam conhecimento sistematizado e rápido de seu time. Com metodologia adequada – não invasiva ou dispendiosa de tempo – elas entregam relatórios completos que revelam perfis comportamentais, nos quais ficam evidentes os traços de personalidade que você precisa considerar ao administrar a produtividade de sua empresa.

Um exemplo é a ferramenta PASport. Por meio de um questionário, ela entrega relatórios especializados de acordo com o perfil comportamental do indivíduo. Com traços de personalidade e previsões de determinadas atitudes, com 94% de assertividade, é uma excelente aliada ao desempenho de qualquer organização.

Produtividade:  talento certo no cargo certo

Ao conhecer o perfil comportamental de seus funcionários, você saberá como gerenciá-los e desenvolvê-los. Perceberá que, por vezes, um talento é mal aproveitado porque está designado para a função errada. 

Mais importante do que qualquer medida que você possa tomar para sanar a baixa produtividade, é detectar o nível de compatibilidade entre as características de uma demanda e as habilidades de quem foi escalado para desempenhá-la.

Um time de futebol, por exemplo. Quando é bem-sucedido? Ora, quando diferentes talentos estão em campo, sendo que cada jogador está posicionado na função mais oportuna ao desenvolvimento de suas melhores capacidades. A competência do goleiro é distinta daquela esperada do atacante. No lugar certo, eles trazem sucesso ao time. Se suas posições fossem trocadas, não poderíamos esperar mais do que resultados medíocres. 

Ou seja: os talentos precisam estar alocados estrategicamente, respeitando a lógica entre o saber e o fazer. Do contrário, a baixa produtividade será, inevitavelmente, uma constante.

A partir do conhecimento dos perfis comportamentais de sua equipe, você saberá como investir no tipo de motivação e treinamento efetivos, obtendo, de cada colaborador, a melhor atuação. 

Utilize esse método em sua gestão e resolva a baixa produtividade em sua origem. Conte com a PASport para ajudá-lo nesse processo e encontre o método ideal para recrutar bem e desenvolver as pessoas certas para o seu time!

Alguma dúvida? Estamos à disposição!

Deixe um comentário